Informações Diferenciadas para os usuários cadastrados.
 
C.P.F.:
Senha:  
 
  Ainda não é cadastrado? Clique aqui.  
  Esqueceu sua Senha? Clique aqui.  

24/05/2017
RESULTADO FINAL – RESPOSTAS AOS RECURSOS (RESULTADO) – PREFEITURA DE JAMBEIRO (CONCURSO 01/2017)

12/05/2017
RESULTADO PARCIAL – PREFEITURA DE JAMBEIRO (CONCURSO 01/2017)

03/05/2017
GABARITOS DE RESPOSTAS – PREFEITURA DE JAMBEIRO (CONCURSO 01/2017)

25/04/2017
TOTAL DE CANDIDATOS INSCRITOS – HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES – PÓS–RECURSOS – PREFEITURA DE JAMBEIRO (CONCURSO 01/2017)

20/04/2017
EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS – PREFEITURA DE JAMBEIRO (CONCURSO 01/2017)

19/04/2017
TOTAL DE CANDIDATOS INSCRITOS – HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES – PREFEITURA DE JAMBEIRO (CONCURSO 01/2017)

18/04/2013
Candidatos devem ser remunerados pelos dias de testes para o emprego

07/11/2012
Prefeitura de Cajamar (SP) abre concurso para 42 vagas

05/07/2012
Brasil é 3º maior contratante de trabalho temporário no mundo

Leia todas as notícias

  Data da última atualização:  
24/05/2017
 

Editais

CONCURSO: CONCURSO PÚBLICO Nº01/2011
NúMERO: PREFEITURA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE ITU
STATUS DO CONCURSO: ENCERRADO

ADITAMENTO AO EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO - 02/08/2011

Prefeitura Municipal da Estância Turística de Itu

Estado de São Paulo

CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS

 

ADITAMENTO AO EDITAL Nº. 01/2011

 

 

A PREFEITURA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE ITU faz saber a quem possa interessar, que o edital para o concurso público para o preenchimento de diversas vagas de seu quadro permanente de pessoal, sob o regime Estatutário, em conformidade com a Lei Municipal nº 1175 de 2.010 e Lei 1.270 de 03/01/2011, tem as seguintes alterações e complementações:

 

1.   No CAPÍTULO I – DOS CARGOS E VAGAS fica excluído de todos os cargos na coluna “Escolaridade / Pré-requisitoa experiência profissional comprovada mínima.

 

2.   No CAPÍTULO I – DOS CARGOS E VAGAS, cargo cód. 057 Instrutor técnico de formação profissional – educação, tem as seguintes alterações:

2.1.  As 5 (cinco) vagas disponíveis serão divididas em 5 (cinco) áreas de formação técnico profissional de acordo com o decreto nº 1382 de 20 de julho de 2011:

a)       METROLOGIA

b)       DESENHO TÉCNICO MECÂNICO

c)       AUTOCAD

d)       ELETRICIDADE

e)       INFORMÁTICA

2.2.  Ficam incluídos os cargos descritos acima e suas receptivas informações nos capítulos do edital do concurso público:

 

CAPÍTULO I – DOS CARGOS E VAGAS

 

CARGOS DE ENSINO MÉDIO/TÉCNICO COMPLETO
Taxa de Inscrição: R$ 28,00

Cód.

Cargo

Total de vagas

Vagas

PNE*

Salário

(R$)

Carga horária semanal

Escolaridade /

Pré-requisito

Taxa da inscrição (R$)

057

Instrutor técnico de formação profissional – INFORMÁTICA (EDUCAÇÃO)

01

-

1.024,57

40 h

Curso de Nível Médio Completo e Curso Técnico na Especialidade ou Curso Superior na área da Instrutoria, domínio das ferramentas do pacote “Office”.

28,00

168

Instrutor técnico de formação profissional – AUTOCAD

01

-

1.024,57

40 h

Curso de Nível Médio Completo e Curso Técnico na Especialidade ou Curso Superior na área da Instrutoria, domínio das ferramentas do pacote “Office”.

28,00

169

Instrutor técnico de formação profissional – DESENHO TÉCNICO MECÂNICO

01

-

1.024,57

40 h

Curso de Nível Médio Completo e Curso Técnico na Especialidade ou Curso Superior na área da Instrutoria, domínio das ferramentas do pacote “Office”.

28,00

170

Instrutor técnico de formação profissional – ELETRICIDADE

01

-

1.024,57

40 h

Curso de Nível Médio Completo e Curso Técnico na Especialidade ou Curso Superior na área da Instrutoria, domínio das ferramentas do pacote “Office”.

28,00

171

Instrutor técnico de formação profissional – METROLOGIA

01

-

1.024,57

40 h

Curso de Nível Médio Completo e Curso Técnico na Especialidade ou Curso Superior na área da Instrutoria, domínio das ferramentas do pacote “Office” .

28,00

 

 

CAPÍTULO III – DAS PROVAS

 

(...)

ENSINO MÉDIO/TÉCNICO COMPLETO

Cargo

Tipo de Prova Objetiva - Total de 50 questões

Básicos e Gerais

Específicos

Instrutor técnico de formação profissional – INFORMÁTICA (EDUCAÇÃO)

20

30

Instrutor técnico de formação profissional – DESENHO TÉCNICO MECÂNICO

20

30

Instrutor técnico de formação profissional – ELETRICIDADE

20

30

Instrutor técnico de formação profissional – METROLOGIA

20

30

Instrutor técnico de formação profissional – AUTOCAD

20

30

 

CAPÍTULO VII – DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS

 

HORÁRIO 2

HORÁRIO 3

Instrutor técnico de formação profissional – AUTOCAD

Instrutor técnico de formação profissional – INFORMÁTICA (EDUCAÇÃO)

Instrutor técnico de formação profissional – METROLOGIA

Instrutor técnico de formação profissional – DESENHO TÉCNICO MECÂNICO

 

Instrutor técnico de formação profissional – ELETRICIDADE

 

 

ANEXO I – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO SUGERIDO

 

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL – AUTOCAD

Introdução ao AutoCAD 2011; Criação de Desenhos Básicos; Operações com Objetos; Organização de Projetos; Alteração de Objetos; Layouts; Anotações no Projeto/Desenho; Dimensionamentos; Objetos hachurados; Trabalho com Conteúdo Reutilizável; Criação de Objetos Adicionais de Projeto; Plotagem de Projetos; Criação de Templates. Lei Orgânica Municipal http://www.itu.sp.gov.br/painel/adm/arquivos/file/lei_organica.pdf

 

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL – DESENHO TÉCNICO MECÂNICO

Desenho técnico básico; Desenho geométrico; Projeções ortogonais isométricas e cavaleiras; Projeto executivo; Desenho auxiliado por computador; Simbologia; Material de desenho técnico; Tecnígrafo; Régua T; Esquadros; Caligrafia técnica; Formatos de papel; Tipos de linhas; Vistas ortográficas; Esboço. Lei Orgânica Municipal http://www.itu.sp.gov.br/painel/adm/arquivos/file/lei_organica.pdf

 

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL – ELETRICIDADE

Tensão; Corrente; Resistência; Lei de Ohm; Divisores de tensão; Norma NBR 5410; Tipos de disjuntores; Tubulação elétrica; Circuitos de proteção; Circuitos em geral; Tomadas; Interruptores; Instalações elétricas; Condutores; Instalações elétricas residenciais; Conceitos básicos de eletricidade e eletromagnetismo; Carga elétrica; Lei de Coulomb; Campo elétrico; Lei de faraday; Capacitor; Indutor; Transformadores; Circuitos de corrente contínua e corrente alternada; Luminotécnica. Lei Orgânica Municipal http://www.itu.sp.gov.br/painel/adm/arquivos/file/lei_organica.pdf

 

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL – METROLOGIA

O papel da metrologia. Metrologia dimensional, científica, legal e industrial.  Interpretação e definição das ISOS. Noções Básicas de Cálculo de Incerteza de Medição. Calibração.  Vocabulário internacional de Metrologia. Lei Orgânica Municipal http://www.itu.sp.gov.br/painel/adm/arquivos/file/lei_organica.pdf

 

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL – INFORMÁTICA

Fundamentos da computação; Organização e arquitetura de computadores; Componentes de um computador (hardware e software); Sistemas de entrada, saída e armazenamento; Conceitos básicos dos Sistemas Operacionais: Ambientes MS-DOS, Linux, Windows (3.11, 95, 98, XP, NT, 2000 e Vista); Domínio de ferramentas de Informática Básica MS Office 2003, em português (Word, Excel, Access, Power Point); Banco de dados; Linguagem de consulta (query language); Aspectos de linguagens de programação, algoritmos e estruturas de dados e objetos; Programação estruturada; Programação orientada a objetos; Noções de rede de computadores: conceitos, tipos de rede, protocolos, meios de comunicação, componentes e dispositivos de rede. Noções de Internet e Intranet: conceitos, modos de utilização, protocolos, ferramentas, serviços. Uso de navegadores de Internet: Internet Explorer 8.0, Mozilla Firefox 3.0 ou superiores. Uso de correio eletrônico: Microsoft Outlook Express, Mozilla Thunderbird 2.0 ou superiores; Web 2.0; HTML. Lei Orgânica Municipal http://www.itu.sp.gov.br/painel/adm/arquivos/file/lei_organica.pdf

 

 

ANEXO II – Descrição das Atribuições e Funções

 

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL (AUTOCAD, DESENHO TÉCNICO MECÂNICO, ELETRICIDADE, METROLOGIA, INFORMÁTICA)

Orientar a formação profissional de alunos, ministrando conhecimentos práticos e técnicos visando o aperfeiçoamento profissional.

 

3.   Fica alterado no ANEXO I – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO SUGERIDO, os CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS dos cargos AGENTE TÉCNICO LEGISLATIVO (cód. 046) e PROGRAMADOR DE SISTEMAS (cód. 159), conforme redação abaixo:

 

AGENTE TÉCNICO LEGISLATIVO

Conhecimentos de Administração e Administração Gerencial. Processo organizacional. Noções de Direito Constitucional; Direitos e Deveres dos Servidores Públicos; Noções de redação para pareceres, estudos, boletins, relatórios, notícias, manifestos, comunicados oficiais, certidões entre outros documentos. Administração Financeira e Orçamentária. Orçamento público. Licitações. Regime jurídico dos bens públicos. Planejamento administrativo e operacional. Divisão do trabalho. Controle e avaliação. Motivação e desempenho. Liderança. Grupos de trabalho. Ética e responsabilidade social e cidadania. Gestão da qualidade. Equipes de trabalho. Comunicação. Técnicas de arquivamento. Responsabilidade no campo administrativo. Administrações direta e indireta. Formas de descentralização administrativa: autarquias, fundações públicas, sociedades de economia mista e empresas públicas. Lei Orgânica Municipal http://www.itu.sp.gov.br/painel/adm/arquivos/file/lei_organica.pdf

 

PROGRAMADOR DE SISTEMAS

Sistemas de computação: conceitos básicos de hardware e software, conceitos de redes de computadores, ambiente cliente-servidor, sistemas distribuídos; Conceitos e características relacionados à Internet; Ambientes MS Windows e Unix; Conceitos básicos e características de bancos de dados e sistemas gerenciadores de banco de dados relacionais; Administração de dados e de banco de dados;  Modelagem de dados e abordagem entidade-relacionamento; Linguagem SQL; Utilização do Oracle; Conceitos básicos e características das linguagens de programação Visual Basic, JAVA e PHP; Métricas de software: análise por ponto de função; Conceitos básicos e características da solução para ERP (Enterprise Resource Planning); Planejamento e gerência de projetos; Formas de desenvolvimento de software: em cascata, RUP e Extreme Programming; Documentação de sistemas: UML; Segurança e auditoria de sistemas; Segurança física e lógica; Lei Orgânica do Município de Itu/SP. http://www.itu.sp.gov.br/painel/adm/arquivos/file/lei_organica.pdf.

 

4.   Fica alterado o salário do cargo MONITOR DA EDUCAÇÃO BÁSICA (cód. 140) conforme redação abaixo:

 

CARGOS DE ENSINO SUPERIOR COMPLETO
Taxa de Inscrição: R$ 48,00

Cód.

Cargo

Total de vagas

Vagas

PNE*

Salário

(R$)

Carga horária semanal

Escolaridade /

Pré-requisito

Taxa da inscrição (R$)

140

Monitor da educação básica

10

01

1.024,57

40 h

Diploma ou certificado de conclusão de curso de licenciatura plena em Pedagogia, ou diploma ou certificado de conclusão de curso normal superior realizado em instituição de ensino superior, ambos reconhecidos pelos órgãos pertinentes.

48,00

 

5.   Inclui-se a descrição dos cargos MONITOR DA EDUCAÇÃO BÁSICA (cód. 140) e PROFESSOR PEB II - (artes, biologia, ciências, educação física, física, geografia, história, inglês, matemática, português, química) (cód. 148, 149, 150, 151, 152, 153, 154, 155, 156, 157 e 158) no ANEXO II – Descrição das Atribuições e Funções:

 

MONITOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA

Compreende a força de trabalho que dirige grupos de crianças, acompanhando e participando de seus deveres escolares, orientando quanto à higiene, educação e alimentação, visando desenvolver os níveis cognitivos, afetivos e sensório motor.

 

PROFESSOR PEB II

Planejar diariamente as aulas e fazer a correspondente seleção de materiais didáticos e pedagógicos. Elaborar, desenvolver e avaliar atividades especiais aos alunos, tendo em vista a construção e apropriação de conhecimentos, levando em conta as competências, habilidades e especificidades individuais. Propor aos alunos atividades pedagógicas em classe ou extra-classe, usando métodos eficientes e atualizados que atendam as diretrizes, objetivos e princípios básicos das diretrizes educacionais da Secretaria Municipal de Educação, promovendo o desenvolvimento integral dos alunos. Comprometer-se com o acompanhamento direto aos alunos, utilizando-se de instrumentos essenciais como a Observação, o Registro, o Planejamento e a Avaliação, propiciando que o aluno tenha todas as suas habilidades devidamente consideradas. Identificar os alunos que necessitem de atendimento especializado, comunicando a Direção/ Coordenação da escola para que tomem as providências cabíveis, planejar e executar atividades de apoio pedagógico paralelo aos alunos que não conseguirem atingir as metas propostas. Manter-se devidamente articulado com as famílias dos alunos e a comunidade escolar no que diz respeito ao trabalho educativo compartilhado, garantindo a troca de informações, tendo em vista o Projeto Pedagógico da Unidade Escolar. Realizar as reuniões de pais conforme o Calendário Escolar, destinadas ao trato de assuntos de interesses comuns e debates sobre o desenvolvimento dos alunos. Participar efetivamente da elaboração do Planejamento anual em todas as suas etapas. Participar das Reuniões Pedagógicas, das Horas de Trabalho Pedagógicas Coletivas (HTPC) e cumprir todas as demais atividades constantes no Calendário Escolar homologado pela Secretaria Municipal de Educação. Colaborar com a organização dos aspectos físicos e sociais que compõem o ambiente escolar, com o propósito de viabilizar as ações pedagógicas e administrativas. Participar das ações referentes ao agrupamento dos alunos, compreendendo e respeitando as diferenças individuais, posicionando-se contra qualquer tipo de discriminação, entendendo como fundamental a integração de todos os alunos no convívio coletivo, inclusive aqueles que apresentam necessidades especiais. Responsabilizar-se pelo uso, manutenção e conservação dos equipamentos e materiais da unidade escolar. Controlar a frequência, conduzir e orientar a disciplina dos alunos na sala de aula ou fora dela, durante o intervalo de descanso, merenda, entrada e saída dos alunos. Manter rigorosamente atualizados os registros de freqüência, avaliação e conteúdo ministrado, relatórios pedagógicos e demais escriturações, bem como fornecê-los à Direção, Coordenação Pedagógica da Unidade Escolar à Supervisão de Ensino e quando necessário à Coordenação Pedagógica de Área e Coordenação Pedagógica de Educação Inclusiva. Participar dos Conselhos de Classe e/ou Série, Conselhos de Escola e APM - Associação de Pais e Mestres. Manter-se atualizado, pesquisando e estudando constantemente as diversas áreas do conhecimento como base para ministrar as aulas. Participar dos Cursos de Capacitação Pedagógica oferecidos pela Secretaria Municipal de Educação. Providenciar atendimento imediato ao aluno que adoecer ou acidentar-se, comunicando o ocorrido à Direção da Escola / Coordenação Pedagógica para as providências necessárias. Cumprir todas as tarefas que a Unidade Escolar defina como indispensáveis para que a escola atinja seus fins educacionais ou como relevantes para o sucesso do processo de ensino-aprendizagem. Colaborar no preparo, execução e participar dos programas cívicos, festivos ou comemorativos desenvolvidos pela Unidade Escolar ou pela Secretaria Municipal de Educação. Atender a todos os comunicados, informativos, portarias, circulares, normativas ou resoluções expedidas pela Secretaria Municipal de Educação. Desenvolver e executar outras atividades correlatas, determinadas pela unidade escolar ou pela Secretaria Municipal de Educação.

 

6.   O cargo PROFESSOR PEB I – ENSINO FUNDAMENTAL (cód. 147) passa chamar-se PROFESSOR PEB I e tem as seguintes alterações na Carga horária semanal, conforme descrição abaixo:

 

CARGOS DE ENSINO SUPERIOR COMPLETO
Taxa de Inscrição: R$ 48,00

Cód.

Cargo

Total de vagas

Vagas

PNE*

Salário

(R$)

Carga horária semanal

Escolaridade /

Pré-requisito

Taxa da inscrição (R$)

147

Professor PEB I

01

-

Ensino Superior

R$ 9,38

 

Normal/ Magistério

R$ 7,51

30 h
Ensino Fundamental
25 h

Ed. Infantil ou EJA

Curso de graduação em Pedagogia com licenciatura plena ou curso normal superior com habilitação para o magistério na educação Infantil e nas séries iniciais do ensino fundamental ou ainda curso normal ou magistério em nível de ensino médio (2º Grau).

48,00

 

 

7.   Fica excluído do edital do concurso público o cargo PROFESSOR PEB I – EDUCAÇÃO INFANTIL E EJA (cód. 146).

7.1.  Para os candidatos que já efetivaram sua inscrição no cargo excluído, serão automaticamente inscritos no cargo PROFESSOR PEB I (cód. 147).

 

 8.   Ficam mantidas as demais condições e regras estabelecidas no Edital do Concurso Público n° 01/2011 de 28 de julho de 2011.

 

 

E para que chegue ao conhecimento de todos e que ninguém possa alegar ignorância, faz baixar presente ADITAMENTO AO EDITAL N° 01/2011, que será publicado nos sites: http://www.mouramelo.com.br e http://www.itu.sp.gov.br e afixado no portal da Prefeitura Municipal de Itu.

 

Itu, 02 de agosto de 2011.

 

ANTONIO LUIZ CARVALHO GOMES

PRESIDENTE DA COMISSÃO DE CONCURSO PÚBLICO


Rua Juruá, 78 - Vila Eldízia - Santo André - SP - Cep: 09181-550
Fone: (11) 4425-1256 / (11) 4425-5726



Desenvolvido por: